• Agência Saber Multimídia

Alunos do Sesi Goiás produzem protetores faciais em impressora 3D para doar à Saúde

Em meio à pandemia do novo coronavírus, estudantes dos projetos de robótica do Sesi Planalto, em Goiânia, estão produzindo protetores faciais em impressora 3D para doar a profissionais de saúde dos postos públicos de Goiânia. A estimativa é de que o grupo, formado por cerca de dez adolescentes com idade entre 12 e 15 anos, fabriquem cem desses equipamentos de proteção individual (EPIs) para combate à Covid-19. A montagem é feita respeitando recomendações sanitárias, como distanciamento entre cada estudante, uso de máscaras, EPIs e álcool em gel.

O professor de robótica da escola Fernando Barbosa explica que, como esse tipo de máscara não é comum de se encontrar no mercado, toda a ‘comunidade’ que possui impressoras 3D se uniu para fazer algo em prol da saúde. A impressão demora cerca de 4 horas e são produzidos quatro equipamentos por dia. “Os alunos se voluntariaram a virem à escola para ajudar no processo.


O trabalho realizado por eles, que é o encaixe da viseira, é minucioso. Isso é importante para que eles se sintam úteis e, que de alguma forma, estão na linha de frente, fazendo parte e ajudando os profissionais da saúde. ” Na quarta-feira (06/05), 30 máscaras foram doadas ao Centro de Saúde do Setor União. Outras unidades de saúde da Região Sudoeste de Goiânia devem ser comtempladas nos próximos dias.